O que é Remarketing e como aplicá-lo em uma Estratégia Digital?

o que é remarketing

Você sabe o que é remarketing?

Remarketing é um dos pontos chave nos 4 P’s do marketing digital para empresas business-to-business (B2B).

Quando o assunto é empresa B2B, o marketing se torna um fator que determinará o crescimento da companhia.

Por isso, se uma empresa trabalha no modelo B2B, nós recomendamos fortemente que ela entenda e execute estratégias de Remarketing em seu negócio, e é exatamente isso que nós iremos passar.

Mas antes de entrarmos propriamente no conceito do Remarketing e a sua importância, é importante entendermos o que são os 4 P’s no marketing, que é um conceito que já existe desde 1960, e hoje em dia vem sendo muito utilizado por meio de estratégias digitais de marketing digital.

1º P – Produto

Como é o produto que a empresa oferece?

Não adianta nada uma empresa pensar em marketing e não conhecer a base da empresa. O produto não é nada mais do que a fundação da empresa. Portanto, se a companhia não tiver este conceito muito latente em sua estrutura, dificilmente ela conseguirá acompanhar e se desenvolver na hora que nós abordarmos sobre campanhas de marketing, estratégias de remarketing, etc…

Por isso, toda empresa deve focar em entender aquilo que a sua companhia está oferecendo. Mas, além de entender muito bem o que  a sua empresa oferece, deve-se entender a dor do mercado que ela soluciona. Já que nós estamos falando sobre empresas B2B, é essencial pensar no problema que uma outra empresa têm, e a solução que a sua empresa oferece para ela.

2º P – Preço

Entretanto, qual a diferença entre preço e valor? Preço é aquilo que o cliente paga, valor é aquilo que ele recebe.

Esta frase define muito bem esse P. O que faz um produto ou serviço ser atrativo não é o preço, e sim o valor que ele entrega ao seu cliente. Se uma empresa estruturar o preço do produto que vende com base naquilo que os seus concorrentes estão fazendo, ela possivelmente estará cometendo um grande erro.

O que faz um cliente pagar mais ou menos está diretamente ligado ao valor que ela gera no seu produto. A qualidade, solução e percepção de valor; são fatores que toda empresa deve levar em conta na hora de precificar.

3º P – Praça

Placement, ou também chamado de Praça compõe o terceiro P do marketing. Mesmo parecendo um termo estranho, o seu conceito é mais simples do que imaginamos… Quando nós falamos em praça, estamos nos referindo ao lugar no mercado que a empresa está inserida. Mas calma, isso não tem nada haver com localização, e sim com o Marketing.

Nos meios antigos de marketing, as empresas estavam inseridas em jornais, outdoors, etc… Esses meios eram as formas que as empresas utilizavam para “alcançar” e ‘reencontrar’ os seus clientes.

Entretanto, com a evolução do marketing digital, esses termos foram evoluindo, e hoje são mais conhecidos como impacto e remarketing, respectivamente. 

4º P – Promoção:

Assim que nós chegamos no último P, a promoção, é muito comum encontrar empreendedores confundindo promoção com algo relacionado somente a preço. Promoção vai muito além de valores, ela está diretamente ligada a persuasão, a forma que a empresa apresenta o seu produto, a oferta que ela está apresentando ao cliente, etc…

Uma boa promoção é aquela que chama a atenção do consumidor, e que consegue fazê-lo ter certeza que está por um bom preço, que vale a pena, entre outros fatores. Esse ponto também está muito ligado a percepção de valor que você transmite ao seu cliente. Entretanto, também não adianta ter uma super oferta e um preço exorbitante.

A promoção está como último P pois é a parte de ‘refinamento’ de todos os P’s anteriores. Por isso, dedique um tempo para aprendê-la e criar uma boa promoção aos seus consumidores.

Agora que você entendeu os 4P’s do Marketing digital, chegamos no ponto mais importante. Você sabe qual estratégia se encaixa e está em todos os P’s? Caso não saiba, o Remarketing!

Mas já que é tão fundamental, o que é o Remarketing?

O que é Remarketing?

Remarketing é uma estratégia muito poderosa na qual se consiste em ter contato novamente com um lead que você já teve algum contato.

Geralmente o remarketing é utilizado para se reconectar com aquele lead qualificado que acabou engajando com o seu negócio ou produto.

Por exemplo, um cliente entrou no site, colocou um produto no carrinho e não comprou, então a empresa faz um remarketing para “lembrar” este cliente que ele esqueceu de finalizar a compra.

Às vezes o lead pode até estar interessado em seu produto, mas acaba não tendo tempo e esquecendo de comprar. Nesse e em outros casos, o remarketing se torna extremamente eficaz e muito rentável.

Para explicar melhor sobre a parte ‘rentável’ do Remarketing, vamos destinar um tópico exclusivamente para isso… entretanto, antes de entrarmos propriamente nessa parte, vamos apresentar alguns exemplos. 

Exemplos de Remarketing:

Vamos supor que uma academia esteja fazendo anúncios para atrair mais clientes. Então, ela consegue levar 10 pessoas interessadas para ter uma aula experimental, das 10, apenas duas pagam a mensalidade para continuar na academia.

Este é um caso nítido de uma possibilidade de utilizar o remarketing. Quando a academia atraiu 10 pessoas interessadas, ela acabou tendo o contato desses leads, e os leads já conhecem a empresa. Então, isso abre uma possibilidade de fazer uma nova ‘chamada’ para as 8 pessoas que acabaram não continuando, afinal, são leads quentes (interessados).

Esse é um caso simples da aplicação do remarketing em uma empresa tradicional. Mas, as estratégias de remarketing podem ser utilizadas em praticamente qualquer tipo de negócio. O que é necessário entender é que a estratégia se baseia em atrair e impactar aqueles leads que já viram ou engajaram com o negócio…

Grandes Empresas fazem Remarketing?

Um dos fatores determinantes para entendermos se algo dá certo ou não é analisar aquilo que grandes empresas estão fazendo. Com isso, será que as grandes empresas utilizam do remarketing como uma estratégia para vender mais e conseguir mais clientes?

Podemos afirmar com toda certeza que sim. Digamos que é praticamente impossível uma grande empresa não utilizar do remarketing como uma base dentro de suas campanhas de anúncios, pois realmente esta é uma estratégia com muitas vantagens, e que acaba valendo a pena. Falando em vantagens, iremos abordar as principais vantagens desta estratégia:

Vantagens do Remarketing:

  • Maior facilidade para vender: Uma vez que o cliente já conhece o produto e a empresa, se torna muito mais fácil de conseguir convertê-lo. 
  • Custo menor: Em grande parte das plataformas que as empresas usam para anunciar, o maior custo está na hora de impactar o cliente pela primeira vez. Como o Remarketing trata exclusivamente de uma conexão com clientes que já conhecem o seu produto, serviço ou empresa; se torna muito mais barato para anunciar.
  • Maior Retorno: Por atuar com um público que tem tendências a comprar aquilo que está sendo ofertado (pois anteriormente ele engajou), a chance de converter e ter um bom roi é muito alta. 

Com todos esses pontos, conseguimos perceber que não existem motivos para uma empresa negligênciar o uso do remarketing. Essa estratégia é incrível, e com ela os gastos com anúncios serão reduzidos e possivelmente o retorno será muito maior.

Bom, por hoje ficaremos por aqui. Caso lhe reste alguma dúvida, não esqueça de deixar nos comentários. Para nós, será uma grande honra poder ajudá-lo. 

Precisa de ajuda para desenhar e implementar uma Estratégia de Marketing Digital para sua empresa?

Fale agora com nossos consultores!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *